Home » » Rosário...

Rosário...

Meu corpo, um rosário de prazeres,
que espero que até morreres,
o rezes vezes sem conta,
sempre que a vontade desponta,
a fé do amor a crescer...

As peles em oração,
sacrificam a razão,
na redenção do pecado,
que da alma foi excomungado,
sem nunca se absolver...

Nosso quarto é a basílica,
onde a paixão suplica,
pela bênção dos corpos,
que caiem que nem tordos,
no altar da cama a arder...

                                                                         Este desejo divinal,
é o pecado original,
que condenou a humanidade,
e que com a maior vaidade,
gostamos de refazer...

Se isso nos conduzir ao inferno,
que seja pois eterno,
o caminho a seguir,
abraçados ao amor,
pelas mãos do criador,
havemos de conseguir,
do fogo fazer abrigo,
do diabo um amigo,
faze-lo até pedir,
que o ensinemos a amar,
porque se isso é pecar,
vai querer evoluir...


*** Ártemis ***
 
Support : Copyright © 2015. fragmente dinviata - All Rights Reserved