Home » » As nossas memorias...

As nossas memorias...

 
são como fumo que me cercam,
me abraçam e me apertam,
nas minhas horas de solidão...
respiro uma a uma,
e por entre a bruma,
deixo gritar o coração...
à boca vem o sabor,
de todos os dias em que o amor,
se entregou à paixão...
inalo das nossas memorias,
o cheio intenso das vitórias,
das peles em competição...
entre o desespero e o prazer,
cego-me de tanto te ver,
longe da minha mão...



Quero-te aqui comigo,
porque lembrar só é bom a dois,
eu preciso recordar ao teu lado,
o antes, o agora e o depois....

*** Ártemis ***
 
Support : Copyright © 2015. fragmente dinviata - All Rights Reserved