Home » » Sem fronteiras...

Sem fronteiras...

 

Já me levaste à tua mesa,
onde me portei como uma Dama,
heis chegado o momento,
de me levares para a tua cama...

por lá quero esquecer,
todas as boas maneiras,
e quero investir no teu corpo, 
sem nele encontrar fronteiras...

Dá-me tudo a que tenho direito,
não quero ser de ti poupada,
vamos deixar nos teus lençóis,
a nossa tesão estampada...

Desenferruja a tua língua,
deixa solto os palavrões,
que hão-de sonorizar o teu quarto,
quando estivermos em descrições...

quero escutar da tua boca,
o prazer que estás a ter,
não deixes nesse momento,
o que quer que seja por dizer...

descreve a tua luxuria,
fá-lo de qualquer maneira,
porque na tua cama,
eu quero ser a tua rameira...

*** Ártemis ***

 
Support : Copyright © 2015. fragmente dinviata - All Rights Reserved